ERP moderno e amigável, fácil de operar.

 

Com o MarkupEmpresa você gerencia seu negócio de maneira fácil e rápida.

 

Qual é a diferença entre fluxo de caixa e lucro?

Então sua empresa é lucrativa mas mesmo assim fechou no vermelho. Como isso é possível? Para saber se isso é possível ou não vamos descobrir qual é a diferença entre fluxo de caixa e lucro.

O que é o fluxo de caixa?

Planejamento e controle financeiro são algumas das coisas mais importantes na rotina de qualquer empresa. E para termos um bom controle financeiro devemos contar com uma ferramenta de gestão chamada de FLUXO DE CAIXA que tem por objetivo compilar e fornecer informações para que possamos fazer as projeções de disponibilidade de saldo para termos ciência de quanto capital de giro existe na empresa.

O fluxo de caixa deve registrar:

a- Recebimentos: as vendas à vista e as vendas a prazo além do recebimento das duplicatas, dentre outros;
b- Pagamentos: as compras à vista e as compras a prazo, os pagamentos de duplicatas, os pagamento de despesas, além das demais despesas do negócio;
c- Previstos: os pagamentos e os recebimentos agendados, procurando contemplar o maior horizonte possível condizente com às necessidades da empresa.

A manutenção dos dados do fluxo de caixa pode até parecer um tanto complexa no início mas com a prática diária, é fácil perceber o quão importante é ter esse tipo de controle dentro da empresa. Isso porque, quando você começa e monitorar o seu fluxo de caixa você passa a ter uma visão muito mais precisa do panorama presente e do futuro da empresa, o que possibilita fazer melhores avaliações sobre os recursos disponíveis, bem como sobre a liquidez do negócio.

Sobre: Fluxo de caixa x lucro.

A informação final da compilação do fluxo de caixa é o saldo disponível, que é resultante da subtração do total de entradas menos o total de pagamentos feitos dentro de um determinado período de tempo. Sendo que o valor do saldo disponível precisa ser igual ao valor de recursos financeiros existentes no caixa da empresa ou em contas bancárias mantidas.

O fluxo de caixa concentra todas as informações pertinentes a rotina financeira da empresa, tais como contas a receber, contas a pagar, conciliação bancária, monitoramento das contas bancárias, emissão de boletos bancários, dentre outros.

A organização do fluxo de caixa de uma empresa está ligada à natureza das operações do negócio, mas apesar disso a elaboração do fluxo de caixa precisa seguir alguns princípios básicos:

a- Controle total sobre todos os dados;
b- Emprego de um sistema de gestão;
c- Redução da necessidade de capital de giro;
d- Gerenciamento adequado de estoque;
e- Emprego de projeções.

O que é o lucro?

Todo administrador deseja que sua empresa tenha lucro, embora nem todos saibam exatamente o que é isso e como identificar o lucro de um negócio. Lucro é o saldo positivo resultante da diferença entre as receitas e despesas compiladas dentro de um mesmo período de tempo. E o lucro é o elemento chave para medirmos o desempenho de um negócio, sendo assim de suma importância para qualquer empresa.

Sobre: Fluxo de caixa x lucro.

O lucro está dividido em: LUCRO BRUTO E LUCRO LIQUIDO

Lucro bruto:

O valor resultante depois que são debitados os custos variáveis - valores empregados para produzir bens ou oferecer serviços,  é o saldo positivo entre a receita total (o preço do produto ou do serviço versus o volume de vendas) e o custo resultante do processo de venda dos produtos ou serviços da empresa.

Lucro líquido:

Não considera somente os custos variáveis, mas também os custos fixos (os gastos que não dependem do volume de produção, por exemplo aluguel, folha de pagamento, dentre outros). É o saldo remanescente depois da subtração de todos os custos da empresa. Interessante frisar que esta diferença entre receita total e custo total, deve ser positiva. Se não for, teremos uma operação apresentando prejuízo.

Sobre: Fluxo de caixa x lucro.

Sendo que é importantíssimo que os administradores tenham total conhecimento dos dados financeiros do negócio. O domínio de todos os dados é necessário para que possamos identificar possíveis pontos onde a empresa esteja apresentando saldo negativo.

As diferenças entre o fluxo de caixa e o lucro.

Usamos a seguinte tabela para exemplificar as diferenças entre o fluxo de caixa e o lucro:

  Fluxo de caixa
Lucro
Data de
verificação
A verificação se dá pelo 'regime de caixa'. Os eventos devem ser considerados pela data efetiva da operação, independente da data em que foram lançados. Deve ser apurado pelo 'regime de competência'. Os eventos são considerados pela data em que foram originados independente se foram pagos ou recebidos.
Cálculo Para obter o saldo final deve-se pegar o saldo inicial, somar com entradas e debitar as saídas. Diferença entre as receitas faturadas e os gastos (custos e despesas) existentes no mesmo período.
Variáveis São três as variáveis que impactam no seu resultado final: quantidade, custo unitário e prazos que impactam no seu resultado final. Usam-se duas variáveis (quantidade e valor) que incidem na sua formação.
Departamento Financeiro Contabilidade

Ainda que sejam informações distintas, a verdade é que há uma relação muito próxima entre fluxo de caixa e lucro, diante disso precisamos ter a clareza em saber que LUCRO é o saldo total depois de que todas entradas de receitas e as saídas de despesas são contabilizadas. Já o fluxo de caixa se dá simplesmente pela compilação de receitas e despesas, ou seja, quando você registra no seu sistema as entradas e saídas de valores.

Sobre: Fluxo de caixa x lucro.

Mas a pergunta que fizemos no início ainda persiste: Será que uma empresa pode dar lucro e mesmo assim fechar no vermelho?

E a resposta é SIM. Isso de fato pode ocorrer, um negócio pode dar lucro e mesmo assim ter problemas de fluxo de caixa, ficando no vermelho.

Imagine o seguinte cenário:

Sua empresa tem compromissos que devem ser honrados no início do ano, porém os contratos com seus clientes só tem recebimento previsto para a metade do ano. Neste cenário é muito possível que sua empresa precisará acessar alguma linha de crédito - com incidência de juros - para poder manter a operação até receber os contratos que tem com os clientes, a menos é claro que você como gestor tenha feito o dever de casa, tendo observado os dados do seu fluxo de caixa, mostrados pelo sistema de gestão, e criado uma reserva de caixa, justamente para suportar esse gap de seis meses. Contudo, se essa reserva não existir, então sim, haverá um período em que a empresa estará no vermelho, mesmo tendo um bom fluxo de caixa.

Sobre: Fluxo de caixa x lucro.

Para concluir

De modo objetivo, toda a movimentação financeira de qualquer negócio é feita através do lançamento de receitas e despesas. Neste cenário é onde fluxo de caixa e lucro acabam por colidir. Sendo que no longo prazo fluxo de caixa e lucro tendem a ser iguais, mas em períodos mais curtos pode haver grandes discrepâncias entre eles. Ter plena visão da diferença existente entre esse dois fatores é crucial para uma boa gestão financeira da empresa.

Para ter mais controle e uma visão mais clara sobre o seu fluxo de caixa implemente um sistema de gestão moderno e amigável na sua empresa. Conheça o MarkupEmpresa. Clique aqui e faça um teste por 10 dias sem compromisso.

Compartilhe

Ordem de Serviço para oficina - crie sua conta GRÁTIS.

 

 

Topo