ERP moderno e amigável, fácil de operar.

 

Com o MarkupEmpresa você gerencia seu negócio de maneira fácil e rápida.

 

Como calcular Capital de Giro

Ter conhecimento básico sobre Capital de Giro é importantíssimo para qualquer empreendedor que pretenda atingir o sucesso nos negócios. Sem uma boa gestão do Capital de Giro é extremamente complicado administrar qualquer negócio, ainda que seja uma pequena empresa. Segundo o Sebrae, mais de 30% das empresas fecham suas portas antes dos primeiros quatro anos, e isso se deve em parte por pura falta de conhecimento dos gestores sobre conceitos básicos de administração, como por exemplo, a gestão do Capital de Giro do negócio.

RELACIONADO: Como conseguir capital de giro

Assim, se você não quer que sua empresa entre para as estatísticas, fique conosco, neste artigo vamos abordar de forma rápida e clara como você pode calcular o Capital de Giro da sua empresa.

Mas o que é Capital de Giro? E qual a sua importância para a empresa?

Todos os recursos financeiros disponíveis pela empresa e que são empregados no pagamento de seus custos fixos e variáveis recebem o nome de CAPITAL DE GIRO.

São esse valores que garantirão que o negócio continue operando até que o volume de vendas aumente a ponto de atingir e superar o ponto de equilíbrio, que se dá quando o volume de vendas se equipara ao total de gastos da empresa. Como exemplo desse processo todo podemos citar: o tempo necessário para que as vendas a prazo comecem a ser recebidas, ou mesmo em momentos de recessão onde o volume de vendas está abaixo do necessário para cobrir as despesas. Nesta hora é que uma boa gestão do Capital de Giro faz toda a diferença.

Pense no Capital de Giro como uma espécie de reserva financeira, toda vez em que a empresa precisar, ela recorre a esta reserva para saudar seus compromissos e dessa forma manter o negócio funcionando durante um determinado período de tempo, até que as coisas melhorem.

É justamente o Capital de Giro que pode dar o suporte necessário para manter as portas abertas, nem é preciso lembrar que aquelas empresas que possuem um Capital de Giro reduzido correm muito mais risco do que aquelas que contam com um valor mais alto de Capital de Giro. Em caso de imprevistos internos ou mesmo recessões causadas por forças externas, empresas com baixo Capital de Giro terão grandes dificuldades em continuar operando.

Então, podemos dizer que a saúde de qualquer negócio está diretamente ligada ao Capital de Giro disponível, diante disso é imprescindível saber como calcular e como fazer para manter um fluxo adequado de valor financeiro disponível.

Quanto maior for o valor disponível para Capital de Giro, maior será o fôlego da empresa para cumprir com seus compromissos de forma pontual, mesmo que o volume de vendas esteja abaixo do esperado. E em se tanto de tempo de fôlego, o interessante é que você tenha pelo menos mais de 6 meses de reserva financeira para Capital de Giro. Num cenário hipotético, se sua empresa precisa de R$ 50.000,00 por mês para manter as portas abertas, então sabemos que seu Capital de Giro precisa ser de no mínimo R$ 300.000,00.

E neste cenário vamos considerar fatores que devem integrar o Capital de Giro:

A- Produtos ainda em estoque, isso porque itens em estoque podem ser comercializados, gerando caixa de forma rápida;
B- Valores disponíveis em todas as contas, bancárias e de investimento, que a empresa dispõe;
C- Valores que ainda estão para ser recebidos;
D- Investimentos com liquides imediata: ações, títulos públicos;
E- Qualquer coisa que possa ser convertida imediatamente em dinheiro.

Sendo que neste ponto existe uma diferenciação importante entre Capital de Giro e Investimentos.

E devemos ter cuidado para que Investimento Fixo não seja confundido com Capital de Giro, embora sejam coisas muito parecidas, na verdade eles são totalmente distintos um do outro. Investimento Fixo são as despesas necessárias para a abertura e funcionamento do negócio como: instalações, máquinas, carros, dentre outros. Fazer um estimativa clara do montante financeiro necessário para compor o Investimento Fixo é a primeira medida a ser tomada no planejamento financeiro de qualque negócio.

Como calcular o capital de giro?

Dada a importância do Capital de Giro para o negócio, precisamos agora saber como calcular de forma correta. E para isso vamos entender mais sobre dois conceitos que envolvem o cálculo do Capital de Giro. São eles:

O ativo circulante:

Todos os recursos financeiros com disponibilidade imediata, recursos que podem ser rapidamente convertidos em dinheiro. Estão nesse conjunto valores das contas bancárias e de investimentos, qualquer aplicação financeira com o mesmo perfil, além das contas a receber. Sendo que quanto maior for a disponibilidade de valores financeiros líquidos, maior a capacidade do negócio de se auto financiar.

O passivo circulante:

Custos e despesas fixas que contam com pouca ou nenhuma oscilação, neste conjunto podemos incluir: contas a pagar, pagamentos a fornecedores, folha de pagamento, aluguel e empréstimos.

Após termos essas informações fica muito mais fácil podermos calcular de maneira ágil e simples o Capital de Giro necessário. Sendo que o valor do Capital de Giro líquido resulta da subtração do Ativo Circulante MENOS o Passivo Circulante:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Se:
ATIVO CIRCULANTEPASSIVO CIRCULANTE = CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO
Então:
AC – PC = CGL
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Geralmente esses dados (ativos e passivos) podem sofrer grande variação, até mesmo em curtos períodos de tempo, como de um mês para o outro. Então, devemos procurar fazer o cálculo sobre o Capital de Giro com alguma frequência, ficando de olho na saúde financeira do negócio, monitorando as oscilações para evitar surpresas desagradáveis. E não se esqueça que o Fluxo de Caixa tem uma conexão direta com o Passivo e Ativo Circulante.

Mercados instáveis ou com uma curvatura de vendas muito alta exigem que os negócios disponham de valores mais altos para Capital de Giro, então, se você está pensando em abrir sua empresa ou se já está bem no meio do jogo, e o seu mercado tem esse perfil, saiba que precisará de muito mais cuidado sobre o Capital de Giro da sua empresa. Empresas que contam com Capital de Giro mais alto, oferecem maiores chances de arcar com compromissos de longo prazo, principalmente aqueles assumidos com instituições financeiras, e isso conta pontos quando pretendem acessar linhas de crédito. Então, nunca, nunca negligencie a importância da gestão do Capital de Giro do seu negócio.

Para ter mais controle e uma visão mais clara sobre o seu fluxo de caixa implemente um sistema de gestão moderno e amigável na sua empresa. Conheça o MarkupEmpresa. Clique aqui e faça um teste por 10 dias sem compromisso.

Compartilhe

Receba dicas incríveis para bombar as vendas do seu negócio.

Topo