ERP moderno e amigável, fácil de operar.

 

Com o MarkupEmpresa você gerencia seu negócio de maneira fácil e rápida.

 

Como saber a margem de contribuição

Uma das estratégias mais importantes em qualquer empresa é o processo de precificação. Cometer um erro neste ponto delicado pode significar grandes prejuízos como estoque encalhado, perda de poder de fogo na hora de investir em marketing para fazer frente às investidas da concorrência para conquistar uma fatia maior do mercado. E isso é só uma parte do estrago.

Para evitar o que podemos classificar como 'tragédia' nos negócios é importante conhecer alguns conceitos importantes no mundo da gestão empresarial e aplicá-los no seu negócio o mais rápido possível.

Dentre esses conceitos temos o MARKUP e a MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO. Eles podem te ajudar a elevar as margens de lucro do negócio, fique conosco, neste artigo vamos esmiuçar um desses conceitos, a MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO.

Margem de contribuição é um indicador importantíssimo para identificar se a empresa está no rumo esperado. Vamos estudar este conceito para saber como podemos calcular a margem de contribuição e saber como empregá-la na formação do preço de venda.  

O que é, e como calcular a margem de contribuição?

A própria fórmula da margem de contribuição já nos mostra como podemos fazer sua aplicação:

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
margem de contribuição (MC) = valor total de vendas – (custos variáveis + despesas variáveis)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Agora vejamos o que essa fórmula está nos mostrando:

Temos o valor total de vendas e deste valor eu subtraio os custos variáveis acrescidos das despesas variáveis (custo + despesa), tais como os impostos, pagamentos a fornecedores, folha de pagamento, matéria-prima, comissões de vendedores além de qualquer outro gasto relacionado ao processo de venda.

Esse cálculo resulta na MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO (MC), que é justamente o valor que deverá ser empregado para o pagamento dos custos fixos da empresa. O que sobrar depois disso, será considerado como o LUCRO do negócio.

Com esse número (MC - Margem de Contribuição) poderemos fazer o cálculo do ÍNDICE DA MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO (IMC), que é o resultado da divisão da margem de contribuição pelo valor total de vendas multiplicado por 100.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
IMC = (margem de contribuição / valor das vendas) x 100
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Mas e se depois disso tudo a margem de contribuição estiver muito baixa? Como elevar a margem de contribuição?

Temos duas maneiras para elevar a Margem de Contribuição.

1- Sendo que a primeira forma é aumentando o volume de vendas.
2- E a segunda maneira é reduzindo os custos do negócio.

Entretanto, precisamos nos ater ao fato de que, de nada adianta elevar o volume de vendas isoladamente, já que isso incorre no aumento dos custos e das despesas variáveis. Para resolver esse impasse podemos aumentar o preço dos produtos ou reduzir os custos do negócio.

Então, já sabemos que o ÍNDICE DA MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO (IMC) pode ser empregado para a formação do preço de venda e também para repensarmos os custos da empresa. Utilizar a MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO é muito vantajoso para a administração de uma empresa, uma vez que podemos aplicar a MC em cima de um produto isolado e isso nos fornece um panorama muito mais preciso sobre quando é necessário fazermos alterações no preço de venda com o intuito de obter maior competitividade ou obter mais lucratividade com o produto.

Além disso, podemos empregar o cálculo de Margem de Contribuição para determinarmos o volume de vendas com o objetivo de encontrarmos o ponto de equilíbrio de um negócio, que é justamente onde os custos se equiparam a receita, fazendo com que o negócio não apresente mais prejuízo, embora ainda não esteja dando lucro.

Calculando a Margem de Contribuição de um produto isolado.

Neste exemplo veremos como podemos calcular a MC - Margem de Contribuição - de um produto específico. Sendo que:

Preço de venda deste produto  =  R$ 50,00
Custo de produção                   =  R$ 30,00
Despesas variáveis                    =  R$ 10,00

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Margem de Contribuição unitária = 50 – (30 + 10)
Margem de Contribuição unitária = 10
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vamos fazer uma nova simulação com esse mesmo produto onde:

Unidades vendidas: 1.500 unidades/mês
Despesas fixas:       R$ 7.500,00/mês

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Margem de Contribuição Total = Margem de Contribuição unitária * Unidades vendidas
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Margem de Contribuição Total = 10 * 1.500 = 15.000,00
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Para calcular o índice de Margem de Contribuição:

Dividimos R$ 15.000,00 (Margem de Contribuição) por R$ 75.000,00 (valor total das vendas de 1.500 unidades a R$ 50,00 cada) e multiplicamos por 100, o que resulta em 20%.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
IMC = Margem de Contribuição Total / Volume de vendas x 100
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
IMC = R$ 15.000,00 / R$ 75.000,00 x 100 = 20%
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
Isso significa que, nesse exemplo, 20% do valor das vendas é suficiente para cobrir custos e despesas fixas e ainda gerar lucro.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Lucro Operacional (EBITDA) = Margem de Contribuição Total – Despesas Fixas
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Lucro Operacional (EBITDA) = R$ 15.000,00 – R$ 7.500,00 = R$ 7.500,00
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

IMPORTANTE:

Neste cálculo, é necessário saber com clareza quais são os custos fixos, as despesas fixas, os custos variáveis e as despesas variáveis.

Os CUSTOS se referem aos valores que estão diretamente envolvidos no desenvolvimento e na confecção do produto, já as DESPESAS são os gastos que NÃO estão envolvidas diretamente com o produto.

Agora, como podemos calcular o preço de venda a partir da Margem de Contribuição?

Podemos empregar a mesma fórmula da Margem de Contribuição para fazer o cálculo do preço de venda do produto. E para isso, basta alterar o lugar das variáveis, aplicando um valor que queremos como margem de contribuição.

Dessa forma:
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Se:
Margem de Contribuição = preço de venda – (custos variáveis + despesas variáveis)
Então:
Preço de venda = Margem de Contribuição + (custos variáveis + despesas variáveis)
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Usaremos o mesmo cenário considerando que as despesas fixas são de R$ 7.500,00 ao mês. Para que se obtenha lucro, a margem de contribuição precisa ser maior do que isso. Então se os custos e as despesas variáveis totalizam R$ 40,00 por produto e se vendermos 1.500 unidades ao mês, temos um total R$ 60.000,00.
 
Dessa forma:
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Preço de venda 01 = despesas fixas + (custos e as despesas variáveis * total de unidades vendidas)
Preço de venda 02 = Preço de venda 01 / total de unidades vendidas
Preço de venda     = Preço de venda 02  
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Preço de venda 01 = R$ 7.500,00 + R$ 60.000,00
Preço de venda 02 = R$ 67.500,00 / 1.500
Preço de venda     = R$ 45,00
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Como vendemos 1.500 unidades ao mês, o preço mínimo de venda precisa ser de R$ 45,00 para que possamos atingir o ponto de equilíbrio do negócio, sem prejuízo embora ainda sem lucro. A partir desse ponto, então poderemos pensar em obter lucro na operação.

Dessa forma entendemos que a MC - Margem de Contribuição auxilia em muitas ações importantes, tais como a criação de promoções, as metas de volume de vendas para determinados produtos e mesmo para reajuste de preços.

Este método possibilita que façamos testes com cenários diferentes para estipularmos um preço sugerido. Também podemos usar a mesma fórmula para estabelecer o ponto de equilíbrio do negócio.

Precificar produtos e serviços é uma atividade de cunho estratégico para qualquer empresa. Errar neste detalhe pode acarretar grandes prejuízos, impedindo que a empresa possa fazer frente a concorrência.

Ter controle de custos eficiente é importantíssimo para a saúde da sua empresa, assim teremos uma visão mais ampla e completa da saúde financeira do negócio. Para ter mais controle e uma visão mais clara sobre o seu fluxo de caixa implemente um sistema de gestão moderno e amigável na sua empresa. Conheça o MarkupEmpresa. Clique aqui e faça um teste por 10 dias sem compromisso.

Compartilhe

Receba dicas incríveis para bombar as vendas do seu negócio.

Topo